Diário de Bordo

Fly TAP 281 From Lis-Mpt.

Estou a 31 mil pés de altitude em rota de cruzeiro de 789 Km/h. Estamos mais ou menos em cima do Atlas sobre o continente africano. Esperam-me dez horas de viagem. São 11 horas e tenho chegada prevista para as 21:00. Em Maputo serão 10 da noite.

O avião está cheio. Alguns passageiros com crianças de colo ajeitam-se como podem. Pobres coitados. São horas de tormento para quem está fechado num espaço minúsculo. Eu estou nas cadeiras do meio. Aqueles bancos de quatro lugares. Mas sobre a coxia o que dá jeito para de vez em quando me levantar para esticar as pernas.

Esta é a primeira viagem do projeto Heranças Globais. É tempo de olhar par o que vou fazer. Os objetivos da viagem estão estabelecidos. Recolher informações, fazer contactos, organizar ações de investigação. Levo na bagagem Paul Ricoeur. A memória, o silêncio e o esquecimento. Vai-me acompanhar nesta viagem.

Neste caderno vamos apresentar os resultados da investigação. são dados em bruto que depois serão trabalhados.

A estrutura do Diário incluirá o Diário Mozambike, Brasil e Raia Transfronteiriça.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s